O último vagão

Sempre vaguei sem rumo, como um trem desgovernado quase saindo dos trilhos, sem rota e destino, na verdade quase sempre foi assim e durante esta viagem sem rumo, conheci várias pessoas enquanto me procurava entre seus diversos vagões,e em vários deles, novos amores surgiram um em sequência do outro, sem tempo de me recuperar do que estava perdendo, cometi erros que só agora são tão perceptíveis, e é tão complicado quando vários fatos ocorrem tão rapidamente, que até hoje não consigo entender por tudo o que passei, as lembranças condenam um futuro que ainda está por vim, como o seguinte vagão que deixa um “flashback” na cabeça fazendo ficar mais doloroso a cada vez que se repete, os arrependimentos e preocupações não conseguem escapar da minha mente, e é tão difícil seguir em frente quando o passado segura o presente tão forte, como um pedido socorro, como se tivesse como fazer tudo diferente e me perder nos vagões de outro trem, aqueles vagões são como armadilhas que só podem ser descobertas depois de se virar vítima, é tudo como uma música gravada na mente se repetindo a todo instante, me deixando totalmente sem alternativa, e enquanto eu vagava só desejava que essa música se encerra-se, e junto dela toda dor e preocupação, como o último vagão, como uma porta de saída para a luz.

Vagões abandonados na  antiga estação ferroviária de Paranapiacaba  - Por Tito Garcez em 2012

Anúncios

18 comentários sobre “O último vagão

  1. Cara você escreve muito bem. Parabéns. Ler seu blog, me faz pensar o quanto você ainda tem pela frente. Aproveita e aprende agora. Ame de maneira intensa, não deixe a impulsão mover seus sentimentos, haja com amor, plante amor que você irá colher amor.
    Digo isso pois, sempre vaguei de maneira impulsiva, sempre focado no meu próprio egoísmo. Um dia apareceu a pessoa que se tornaria a mais importante em minha vida. Não valorizei. Perdi! Hoje me sinto da mesma maneira que muitos momentos seus. Sei que apenas tenho 35 e você apenas 17. Então tenho muito a aprender com meus erros. Quem sabe meus erros inspirem em você a mudança de hábitos que você quer. Boa sorte garoto.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Belo texto! O nome dessa seção não poderia ser mais correta “Sentimentos”. Suas palavras são carregadas de sentimentos, intensas. Parabéns! Gostei muito do seu blog!
    Seja sempre bem-vindo ao lar dos meus escritos! Adoro companhia em minhas viagens pelas palavras! 😉
    Abraços!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s