O porto

image

Olhe para mim, estou tão assustado e sem conseguir reagir, morrendo aos poucos e todo ar se torna sufocante quando tento me reerguer, madrugada em claro na luta para esquecer o quanto eu sinto, onde estão seus braços que libertam minha alma? O porto que me salva em lágrimas parece tão distante, sozinho como sempre fui na noite fria de quarta feira ouvindo aquela música que arrepia o corpo no último volume, o mundo perdendo as cores e não consigo me mover para mudar isto, dessa vez não tenho forças para salvar o melhor de mim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s